SPP -  Pós Pólio

inicio1-pfrequentes-4.jpg

Perguntas Frequentes:

 

1. Como saber se tenho SPP? O que é SPP?

 

R: A Síndrome Pós Poliomielite é caracterizada por novos sinais e sintomas que aparecem anos após a poliomielite aguda. Somente um neurologista pode dar o diagnostico, após exame clinico e exames subsidiários.

 

2. Por que a maioria dos médicos não conhecem SPP?

 

R: As pesquisas com a SPP no Brasil começaram no ano de 1994, quando a Dra. Lynamara Batistella, na época, chefe da Divisão de Medicina de Reabilitação (DMR) da USP, desenvolveu a primeira pesquisa no Brasil sobre novos sintomas que os pacientes com seqüelas da pólio apresentavam após alguns anos de estabilidade funcional. A segunda pesquisa feita no Brasil foi coordenada pelo Dr. Acary Souza Bulle Oliveira, da UNIFESP, em 2002, que avaliou estes novos sintomas nos pacientes com seqüela de pólio, principalmente nos atletas paraolímpicos.

Somente após estas pesquisas, em 2003,  deu inicio o ambulatório de SPP da UNIFESP, local de referencia para o diagnostico e tratamento desta síndrome ate os dias atuais. Sendo assim, temos no Brasil um tempo relativamente curto de conhecimento e pesquisas da SPP, que, somente em 2011, foi incluída no Cadastro Internacional de Doencas (CID -10), sob o numero G14.

 

3. Qual a relação de exames que devo apresentar para o diagnóstico da SPP?

 

Para o diagnostico da SPP é importante que o paciente tenha:

  • Eletroneuromiografia dos 4 membros;
  • Exames de imagem referentes a alterações ortopédicas, como Ultassons, ressonâncias magnéticas, e outros.

Se o paciente não tiver exames, não tem problema, eles podem ser solicitados pelo Neurologista.

 

 4. Quem teve poliomielite na infância, pode desenvolver SPP ou não?

 

A porcentagem de pacientes com seqüelas da pólio que desenvolvem a SPP é muito variável e discutível nos diversos países que estudam a SPP, variando de 35% a 75%. Assim, o paciente pode ou não desenvolver a SPP.

 

5. Qual o tratamento indicado? Tem prevenção?

 

O tratamento ideal e os medicamentos devem ser prescritos pelo neurologista.

É importante que não haja sobrecarga muscular e articular nos exercícios, que o paciente economize energia e que procure um serviço especializado em doenças neuromusculares para melhor compreensão da SPP.

 

6. O que preciso fazer para melhorar minha Qualidade de Vida?

 

Não sobrecarregar seus músculos e articulações e seguir o tratamento médico, fisioterapeutico e de outros profissionais corretamente.

 

7. Moro fora de São Paulo, qual material posso indicar ao meu Fisioterapeuta/Médico, para ter um acompanhamento mais direcionado?

 

Em nosso site há manuais de alongamentos, exercícios de fisioterapia e hidroterapia básicos para que o paciente seja tratado de forma correta, evitando a sobrecarga. Para maiores informações, você deve procurar seu neurologista ou fisioterapeuta, ou mesmo, entre em contato conosco.

 

8. Como o Instituto Giorgio Nicoli, pode me auxiliar?

 

Fazemos avaliações, orientações, tratamento de fisioterapia motora, hidroterapia e fisioterapia respiratória, fonoaudiologia, nutrição e assistência social. Tudo isso para ajudar a lidar melhor com os sintomas da SPP.

 

9. O que é a Avaliação feita pelo Instituto? Qual seu objetivo?

 

Nossa avaliação verifica a historia de vida de cada um e direciona o paciente ao melhor tratamento possível, sempre analisando os exames e relatórios médicos dos pacientes.

 

10.   Qual material devo levar para Avaliação?

 

Todos os relatórios e exames que você tiver referentes a poliomielite.

 

Tópicos Relacionados: