Psicologia

O atendimento psicológico  aos pacientes com Síndrome Pós Poliomielite consiste em sua essência:

 

ampliar e expandir os recursos internos e externos de que o paciente dispõe;
 

fornecer preparo e suporte em relação aos sintomas da SPP;

apoiar o paciente no resgate do seu viver.

 

Para tanto, o paciente é encaminhado para uma terapia que ira focar estes objetivos.

 


Orientações profissionais sobre a psicologia no paciente com SPP

O surgimento dos sintomas da Síndrome Pós Poliomielite geralmente acabam interferindo na realização das funções diárias, muitas vezes
implicando em perda da autonomia, dependência da família , assim como mudanças nos relacionamentos interpessoais.

A vivência da dor, fadiga, fraqueza muscular e articular, são em si estressantes, na medida em que desorganiza a vida em todos os aspectos implicando em uma demanda que muitas vezes excede os recursos internos e externos para enfrentá-la.

A vivência deste processo geralmente desencadeia medos profundos, abrindo janelas de memória de um período que acreditavam já terem superado, como inúmeras cirurgias de correção,longos períodos de hospitalização, preconceitos, isolamento social e outros. As novas dores se confundem com as antigas, os medos e angústias colocam estes indivíduos frente a uma nova realidade muito difícil e sofrida.

A família e os amigos exercem papel fundamental nesse processo, pois o apoio e acolhimento tornam-se fundamentais para esta nova etapa da vida. Quando este apoio não é adequado, os pacientes de modo geral ficam mais vulneráveis, podendo se instalar sintomas depressivos.

Enfim,há necessidade de o psicólogo ficar atento às condições mentais e emocionais que o paciente apresenta no momento do atendimento, pois a partir dessas coordenadas, é que ele vai conduzir sua atitude de como acolher e sustentar as angústias e sofrimento do mesmo.

Através deste acolhimento, torna-se possível trabalhar com o paciente quais as melhores estratégias de superação, estimular o convívio social e familiar além de auxilia-lo a reorganizar suas prioridades de vida resultando numa melhor qualidade de vida.