Hidroterapia



A reabilitação aquática parece ser o melhor método para o tratamento para o paciente com SPP, já que diminui o impacto articular, ajuda na promoção da analgesia e apresenta resistência necessária para uma boa reabilitação.

Para a comprovação desta eficácia, os profissionais do ambulatório de SPP da UNIFESP/EPM vêm realizando, desde 2002, pesquisas nesta área. Como resultados, foram comprovados benefícios para a fadiga, dor, condicionamento cardiorrespiratório, equilíbrio da musculatura de tronco, atividades de vida diária e qualidade de vida.

Hidroterapia



Fadiga: Assim que o paciente apresentar controle respiratório em imersão, exercícios de leve impacto, com pouca resistência e muitas repetições devem ser implantados no programa de reabilitação.

O condicionamento cardiorrespiratório pode ser conseguido mediante exercícios aeróbicos em piscina aquecida. Para pacientes independentes que saibam nadar, a pratica de natação pode ser sugerida, sendo um lazer, nunca no âmbito de competição. Outra escolha são programas de caminhadas ou exercício de pedalar na piscina, sempre controlando o cansaço e evitando a fadiga.

Para uma maioria de pacientes com sequela da poliomielite nos membros inferiores, o tronco passa a funcionar como uma haste de sustentação para, além da coluna, a marcha, as funções esfincterianas e a postura em si. Exercícios em piscina aquecida específicos para esses músculos contribuem para a manutenção e ganho de forca muscular, além de benefícios para os músculos pélvicos e para a realização das atividades de vida diária (atividades no lar, atividades laborais e atividades de recreação) que, em sua maioria, dependem destes músculos para serem executadas.

Em todas as pesquisas que realizamos com pacientes com SPP, em piscina aquecida, sempre obtivemos grandes resultados quando esses exercícios eram feitos em grupo. Verificamos que o exercício em grupo, para essa população, auxilia os próprios pacientes, já que estes comparam-se uns aos outros, competem uns com os outros e esforçam-se mais para melhorar sua condição física. Além dos benefícios físicos, a terapia aquática em grupo traz também benefícios para a qualidade de vida. Vimos em estudos já finalizados que há um incremento da qualidade de vida quando os pacientes realizam atividades em grupo.


O uso dos métodos de relaxamento em piscina aquecida Ai-chi e Watsu também se mostraram eficazes no tratamento de sintomas da SPP como fadiga e hipersonolência diurna. Sabe-se, através de uma vasta literatura, que exercícios físicos fazem bem ao sono. Em alguns de nossos estudos onde o sono e a sonolência foram avaliados, percebemos uma diminuição das queixas após, no mínimo, três meses de tratamento.